3.12.08

O que é a vida? É amar todos os que nos são especiais como se essas pessoas nos faltassem. É pôr a família à frente do trabalho e os filhos sempre em primeiro lugar. É estar presente nos momentos especiais e fazer com que todos os outros momentos o sejam também. É tirar o maior número de fotos para ter a certeza de que estivemos ao lado de toda a gente. É dividir tudo o que temos sem exigir dividendos. É nunca desviar os olhos não vá escapar-nos um momento e é nunca esquecer os momentos que nos fizeram desviar o olhar. É dançar quando não há musica, voar sem sair da terra, sonhar sem adormecer e cantar sem qualquer público ou para um público qualquer. É beijar com sinceridade, abraçar com ternura, amar com intensidade… o que é a vida? É amar de verdade.

Link Homem de Lata, às 23:40  Comentar

De Ana Sara a 3 de Dezembro de 2008 às 23:46
Simplesmente maravilhoso...
...palavras para quê?

De Homem de Lata a 4 de Dezembro de 2008 às 00:14
Já tinha notado a tua ausência:-). Este texto começou por ser algo completamente diferente mas o sentimento era, essencialmente, o mesmo. Volta sempre e beijos!

De Em Fá Sustenido a 3 de Dezembro de 2008 às 23:51
Tens toda a razão . A vida vive-se ao máximo, quando se ama alguém .
:D

De Homem de Lata a 4 de Dezembro de 2008 às 00:32
O amor é o combustível da vida...

De Carla a 4 de Dezembro de 2008 às 00:12
" O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." 1Cor 13, 1-13 (http://www.jesusvoltara.com.br/biblia/index.htm)

De Homem de Lata a 4 de Dezembro de 2008 às 00:18
Duas forma distintas do mesmo sentir... não achas?

De Homem de Lata a 4 de Dezembro de 2008 às 00:20
*formas

De Carla a 4 de Dezembro de 2008 às 01:00
Sim... o amor só faz sentido se for vivido intensamente, um amor diário e cuidado, amar a vida e todas as pequeninas coisas que fazem parte dela, de outra forma, para quê viver senão for para sentir?

De Homem de Lata a 4 de Dezembro de 2008 às 22:08
Para quê sentir se não for para viver?:-)

De wakeuplittlesusy a 4 de Dezembro de 2008 às 23:38
A vida somos nós de cada vez que inspiramos, e olhamos para dentro, e de cada vez que expiramos e nos damos ao mundo.
su

De Homem de Lata a 7 de Dezembro de 2008 às 23:49
Há que dar valor à vida e resolvi fazê-lo também através da escrita... beijos su.

De sandra a 7 de Dezembro de 2008 às 15:16
Isso é amar a vida. Adorei ler o que escreveste. Encheu me energia positiva.

beijinhos

De Homem de Lata a 7 de Dezembro de 2008 às 23:54
Ainda bem que sim. Fico contente de saber que o meu texto transmitiu boas vibrações...

De Ju a 9 de Dezembro de 2008 às 02:28
espetacular.

De Homem de Lata a 14 de Agosto de 2012 às 22:59
lisonjeado...

De marazul a 6 de Janeiro de 2009 às 00:11
Pena que nem todos amemos de verdade...

De Homem de Lata a 14 de Agosto de 2012 às 23:01
Acho que todos temos momentos em que amamos e somos amados de verdade. Podemos é não ser amados da forma que gostaríamos...

De Anita a 15 de Janeiro de 2009 às 14:22
E o que é a vida sem amor?:)

De Homem de Lata a 15 de Janeiro de 2009 às 20:12
Isso existe? Na vida há sempre alguma forma de amor.

De Homem de Lata a 14 de Agosto de 2012 às 23:05
Uma boa pergunta que poderá originar uma futura publicação. .. Será uma vida sem amor uma espécie de hiato temporal?

De Hugo a 17 de Janeiro de 2010 às 18:00
Então porque é que nós não estamos no Haiti a tentar salvar as pessoas da nossa espécie ?
Porque olhar para a televisão e não podermos fazer nada e pensar que podíamos estar na mesma situação, para salvar uma espécie temos de ajudar uns aos outros.
É a verdade e ninguém faz nada e depois não admirem que a os nosso netos sofram com as nossas consequências, já não para falar das alterações climatericas.

De Homem de Lata a 14 de Agosto de 2012 às 23:11
Ainda demorará muito para que o ser humano encontre o seu caminho. Até lá alguns de nós remarão na direcção certa, outros na direcção errada e outros, ainda, terão que aprender a remar. Só assim conseguiremos evoluir espiritualmente ao ponto de conseguirmos respeitar e viver na harmonia que nós ,a par com o próprio mundo, necessitamos.

obrigado

 
Posts mais comentados
71 comentários
46 comentários
44 comentários
41 comentários
38 comentários
37 comentários
37 comentários
31 comentários
RSS