21.3.09

Pergunto-me se costumas ler-me??? Sinceramente, acho que não. Aliás, tenho a certeza de que não. Quer dizer, pelo menos tenho a certeza de que não me lês como a maior parte das pessoas,  através de pequenas sucessões de palavras desastradamente organizadas. Sei que me lês com os olhos. Não hesitas, nem tão pouco pedes licença ou autorização pois analisas-me, invades-me e decoras-me como se fosse teu. E até sou só que tu não sabes e, muito provavelmente, eu também não. Chego a sentir-me pequeno, sou menor a cada olhar teu mas é na pequenez das coisas – das nossas coisas principalmente - que sou feliz. E eu sei quando me olhas, consigo sentir-te meiga, doce, absorvida em ti, por nós… e tanto que eu gosto! Acho que tanto tu como eu temos de nos dedicar mais à leitura não vamos nós perder um daqueles capítulos que valem pelo livro todo. Sei que me lês com os olhos, os mesmos que me cegam de amor…continua, os teus olhos são meus, só  que tu não sabes e, muito provavelmente, eu também não.

Link Homem de Lata, às 15:43  Comentar

De Marília a 21 de Março de 2009 às 16:13
Nada como um texto teu, para começar bem a Primavera.:) Está fantástico como sempre :)
Beijinho grande

De Homem de Lata a 21 de Março de 2009 às 17:51
E eu gosto muito da primavera:-) Foste o primeiro comentário deste texto. Beijos e obrigado

De Saltita a 22 de Março de 2009 às 13:40
Gostaria de dizer que mais uma vez fiquei arrebatada pela sensibilidade. Fico sempre mais feliz cada vez que aqui venho. Quem diria que na pequenez de um post se encontra a grandeza dos sentimentos maiores.
Saudações.

De Homem de Lata a 23 de Março de 2009 às 21:37
O maior elogio que me podem fazer é dizerem-me que os meus textos despertam felicidade. Fico muito feliz também eu. Obrigado pelo teu agradável comentário e espero poder fazer-te feliz mais vezes.

De Artemisa a 13 de Junho de 2009 às 23:34
"...através de pequenas sucessões de palavras desastradamente organizadas."

Deves estar a gozar! Desastradamente organizadas?!

De Homem de Lata a 15 de Junho de 2009 às 22:12
Em comparação com outras coisas mais profundas - o olhar por exemplo - as palavras são desastradas:-) jokas

De Artemisa a 15 de Junho de 2009 às 22:14
Oooh, que giro, falei mais ou menos disso no meu blog um dia destes!! Estamos de acordo! :)

De Homem de Lata a 15 de Junho de 2009 às 22:19
:-)

 
Posts mais comentados
71 comentários
46 comentários
44 comentários
41 comentários
38 comentários
37 comentários
37 comentários
31 comentários
RSS