18.5.09

Tantos foram os momentos em que fomos um só. Em que a nossas peles se misturavam, as nossas bocas se confundiam e os nossos olhares se cruzavam. Tantos foram os momentos em que fomos um só. Em que os nossos cheiros se perpetuavam, os nossos braços se apertavam e os nossos dedos se entrelaçavam. Tantos foram os momentos em que fomos um só e as nossas almas se encontravam…

 

Tantos foram os momentos em que fomos um só. A minha pele fazia-se da tua enquanto caía nos teus braços levado por uma força superior à da gravidade. Caídos no chão, como  anjos, ardíamos fazendo inveja a todas as velas que iluminavam caminhos já decorados em vidas passadas, num amor já vivido, num amor já sentido, num amor nunca perdido. Beijavas-me sem olhar, sem respirar, sem parar … e como beijavas! Muitas vezes cheguei ao ponto de não saber qual era a minha boca. Muitas vezes a deixei contigo para que, mesmo sem mim, ainda me beijasses. De ti trazia sempre o gosto a especiarias das quais o único nome que conheço é o teu… Quando me abraçavas fazia-lo sem qualquer pretensão de me largares e sempre que me tocavas fazia-lo com todas as certezas de assim quereres realmente. Sentia que me amavas! Acho que mesmo que quisesses não conseguirias agir de outra forma. Estava em ti, em mim, não se tratava propriamente de uma escolha ou vontade mas sim de um desígnio intemporal. Destino? Talvez… Vício? Quem sabe?... Quem sabe talvez um vício do destino? Agrada-me pensar que ficarmos juntos é provar ao tempo que a soma de dois resulta em um… à semelhança de tantos momentos em que fomos e seremos um só.

 

Link Homem de Lata, às 15:49  Comentar

De marisa duarte a 18 de Maio de 2009 às 19:02
uma delícia *.* ( vou fazer referência no meu cantinho, se não te importares).
Beijinhos *

De Homem de Lata a 18 de Maio de 2009 às 20:36
Olá,

Claro que não, fico até muito contente e agradecido. Obrigado pela visita e bejoca.

De LIa Borges a 18 de Maio de 2009 às 19:31
Assim..... arrepiada,,,,!!

Bejoooo

De Homem de Lata a 18 de Maio de 2009 às 20:35
Lia, é sempre um prazer...

Fico assim... agradecido e lisonjeado. Beijo

De mar_ta a 18 de Maio de 2009 às 19:42
Tenho vontde de dizer que não há palavras. Mas a verdade e as tuas deixaram-me maravilhada.

Beijinhos

De Homem de Lata a 18 de Maio de 2009 às 20:33
Fico feliz de poder fazer alguém feliz com palavras que são minhas. Obrigado e beijocas:-)

De susana Rodrigues a 19 de Maio de 2009 às 01:07
bolas.. uma pessoa em aqui e sai arrepiada.. tu tens de facto o dom da palavra. Tens o amor na ponta dos dedos. E como te expressas tão bem. Como as palavras que nos deixam são tão cheias de vida e de sentimentos que as ultrapassa. Um abraço para ti. Muito forte. Gosto sempre de cá voltar.
su

De Homem de Lata a 19 de Maio de 2009 às 15:10
Olá Su!

Deixas-me sem saber exactamente o que responder. Na maioria das vezes escrevo apenas o que sinto sem me preocupar com mais nada...Fico contente de saber que um sentimento meu provoca nos outros, sentimentos igualmente bons que não deixam morrer a esperança. Para terminar ocorre-me o nome de um filme. " O amor acontece":-)

jokas e obrigado

De loira incompreendida a 19 de Maio de 2009 às 14:26
perfeito. enche-me de impotência ler coisas assim

De Homem de Lata a 19 de Maio de 2009 às 15:12
Olá,

O meu texto fala de amor e por si só o amor é um sentimento que, por vezes, nos deixa impotentes de tão grande que consegue ser.

Obrigado e jokas:-)

De green.eyes a 19 de Maio de 2009 às 14:58
Lindo, soberbo, espectacular ...
Sem palavras ...
Posso levar este seu texto para os meus favoritos ??
Parabéns, espero que essa fonte de inspiração não seque nunca.

Beijinho

De Homem de Lata a 19 de Maio de 2009 às 15:15
Só posso agradecer o que as tuas palavras dizem das minhas. Muito obrigado...O facto do meu texto ser um dos teus favoritos deixa-me orgulhoso.

Obrigado e jokitas

De Sofia a 19 de Maio de 2009 às 16:45
Olá Homem-de-Lata
Com essa certeza nos sentimentos de ambos, porque não avançam. O que esperam?
Bis

De Homem de Lata a 19 de Maio de 2009 às 21:58
Olá

O amor avança sempre que é admirado por todos aqueles que lêem o que escrevo... Obrigado pela dedicação e pela visita. Beijocas

De Sofia a 20 de Maio de 2009 às 14:09
Homem-de-lata, eu bem tento com os meus comentários obter mais informação sobre o teu amor, pois sou muito curiosa, mas tu respondes sempre sem revelar nada :-)
Já te disse que adoro ler os teus textos. Beijinhos

De Homem de Lata a 20 de Maio de 2009 às 15:17
A curiosidade é para mim uma grande qualidade. É ao questionarmo-nos e ao mundo que nos rodeia que podemos evoluir. Por isso não há problema...:-) Obrigado por me leres. beijoca

De v. a 19 de Maio de 2009 às 18:49
Simplesmente fantástico.. Adorei.. Arrepia tanta paixão.

De Homem de Lata a 19 de Maio de 2009 às 22:00
Não tem qualquer segredo. Fui sincero comigo, com o texto, com o mundo:-) Espero que espalhe amor por todos aqueles que o leram.

Obrigado e beijoca

De Pétala De Rosa a 19 de Maio de 2009 às 19:51
" Que bonitas palavras fiquei encantada lindo de mais fiquei mesmo sem palavras ao ler-te , parabéns adorei!!!!

Beijos

De Homem de Lata a 19 de Maio de 2009 às 22:03
Só me resta agradecer. Fico muito contente de saber que o meu texto acende e reacende em que lê, a esperança reconfortante do amor.

Beijos e obrigado

De Miosotis a 20 de Maio de 2009 às 19:29
Lindo, perfeito, apaixonante o teu texto... Viva a paixão, para mim é o sentimento mais poderoso que existe... Continua sempre assim, apaixonado :)

De Homem de Lata a 20 de Maio de 2009 às 23:32
Já escrevi um texto sobre a perfeição... Não espero que um texto meu seja perfeito, tal como o amor também não é mas se puder despertar paixão tanto melhor. Obrigado e beijoca...

De Miosotis a 21 de Maio de 2009 às 13:55
Não, o amor não é perfeito, nem nada que se pareça, na minha opinião é um sentimento um bocadinho utópico, ao contrário da paixão... só é pena ser tão efémera...
Beijinhos, fico à espera do próximo texto :P

 
Posts mais comentados
71 comentários
46 comentários
44 comentários
41 comentários
38 comentários
37 comentários
37 comentários
31 comentários
RSS