23.12.11
 
O Qualquer Coisa de Nada e o Ray desejam a todos um Feliz Natal...
Categorias:
Link Homem de Lata, às 14:45  Comentar

14.12.11

Não me encontro…Em mim próprio não me encontro como se à deriva andasse. Sou vasto como o mar mas, como ele, circunscrito pela imensidão das terras. Onda vai e onda vem carregando consigo o cansaço inerente a uma insistência sem resultados. Mas eis que o mar não pára, pois é essa a razão da sua eterna existência: Onda vai e onda vem sem qualquer justificação ou razão aparente senão a vontade de ser ele próprio. Sou vasto como o mar e em mim próprio não me encontro porque, à sua semelhança, desconheço a minha grandeza…

Link Homem de Lata, às 19:20  (4) Comentar

2.12.11

 Na mesa, ainda para dois, restam as evidências do único beijo da noite que não foi além de uma marca de batom num copo. Sempre preferiste tinto, do melhor, dizias até que caía bem em qualquer altura mas na mesa, ainda para dois, só resto eu e um mau vinho….

Link Homem de Lata, às 18:05  Comentar

 
Posts mais comentados
71 comentários
46 comentários
44 comentários
41 comentários
38 comentários
37 comentários
37 comentários
31 comentários
RSS