12.8.08

Hoje cruzei-me contigo, sinto que me viste pois olhaste para trás como se tivesses encontrado alguém que conheces há muitas vidas. Sem quereres esbarraste com aquela miúda loira que vinha do outro lado da rua, deixando cair as coisas que trazias contigo. Quis ajudar mas Já não fui a tempo, a miúda loira que vinha do outro lado da rua, apressou-se logo a  apanhar-te a mala, o telemóvel e um livro do qual ainda guardo o título “E quando o amor nos passa ao lado?”

Link Homem de Lata, às 19:09  Comentar

De eu a 12 de Agosto de 2008 às 21:38
Talvez sejas mesmo tu... o da outra vida (?)


 
Posts mais comentados
71 comentários
46 comentários
44 comentários
41 comentários
38 comentários
37 comentários
37 comentários
31 comentários
RSS