13.8.08

 

Fazes-me sentir um livro aberto... Um livro que sabes de cor e onde, ao virar de cada página, deixaste a tua marca com os dedos que levavas à boca, como que a beijar-me em cada momento da minha vida. Porque decidiste ler-me? Eu que sou um livro de capa tão rija, com folhas já meio rasgadas pelo tempo e envelhecidas pelo pó? Eu que já estava habituado ao meu lugar cativo, na prateleira dos não lidos? Sinceramente, não sei, não faço ideia e até confesso que me assusta um pouco. Já houve quem tentasse ler-me e, simplesmente, não continuou! Serei assim tão má literatura? Penso nisso vezes sem conta. Talvez a minha linguagem não seja acessível ou talvez a minha sintaxe seja demasiado complicada, não sei. Tenho alguns erros, é verdade e em alguns capítulos sou confuso, mas não são assim todos os livros? Assumo que a minha impressão não é das melhores e que nem sequer sou desses ilustrados, onde se percebe tudo mais facilmente, mas acho que sou um bom livro. Será que o problema é mesmo a história? Talvez seja demasiado lamechas, afinal já ninguém gosta de romances e compreendo que já ninguém queira chorar de amor. Pretendes continuar a ler-me? Queres chorar de amor? Aviso-te que não há nada pior do que deixar um bom livro a meio.

Link Homem de Lata, às 22:33  Comentar

De Lis a 13 de Agosto de 2008 às 22:52
Tão lindo :') sim, pretendo continuar a ler esse livro! ***

De Homem de Lata a 13 de Agosto de 2008 às 23:02
Foste a primeira pessoa a comentar este blog, não vou esquecer isso.:-)

De Lis a 13 de Agosto de 2008 às 23:03
fui? :$ beijo

De Em Fá Sustenido a 13 de Agosto de 2008 às 23:12
Nunca deixo um livro a meio . Posso parar por algum tempo mas guardo-o num lugar especial , depois quando me sentir preparada volto para lê-lo com todo um sabor , cheiro e amor que um livro novo têm .
Devias ter deixado o comentário .

De Em Fá Sustenido a 13 de Agosto de 2008 às 23:14
By the way .. I'm a sucker for romance !

De Homem de Lata a 13 de Agosto de 2008 às 23:42
never doubted... já te vou conhecendo!

De Lis a 13 de Agosto de 2008 às 23:35
vou seguir o conselho, obrigada :)*

De Homem de Lata a 13 de Agosto de 2008 às 23:43
de nada**

De Lis a 13 de Agosto de 2008 às 23:45
mas no meu estado melancólico não sei se surtirá efeito...

De Homem de Lata a 13 de Agosto de 2008 às 23:50
A melancolia é um óptimo combustível para a escrita... Escreve e desabafa.

De Lis a 13 de Agosto de 2008 às 23:51
não tenho muita vontade...

De Homem de Lata a 13 de Agosto de 2008 às 23:57
se puder ajudar...

De Homem de Lata a 14 de Agosto de 2008 às 00:01
sei o que isso é. vou respeitar...

De Homem de Lata a 14 de Agosto de 2008 às 00:11
Tens razão e percebo-te perfeitamente!

De Júlia a 14 de Agosto de 2008 às 16:43
O que eu te tinha dito e, tu por acidente apagaste, é que sem querer (ou talvez sim), já estás a escrever um belo livro; e que tudo o que é demasiado fácil de entender, perde o interesse.

Fica bem Homem de Lata.

De Homem de Lata a 14 de Agosto de 2008 às 17:03
Se este blog é um bom livro, isso faz de ti uma personagem encantadora!! Gosto de te ter por cá! :-)

De Ju a 17 de Agosto de 2008 às 05:13
conheces a joanne harris?
ou és rapaz para nicholas spark?
talvez ligeiramente inclinado para paulo coelho?

---

toda a gente gosta de os ler. toda a gente gosta de sonhar. o problema, é que quando tens com quem os viver, já tens algo a perder.

cais-te? volta a tentar. again, again, and again.
easier said than done. mas olha. o segredo reside mesmo aí.
and so on and so forth.

De Homem de Lata a 18 de Agosto de 2008 às 21:52
mas é por termos algo a perder que nos empenhamos tanto em viver!!! Já ouvi falar dos três e até li algumas coisas deles mas não os conheço pessoalmente. Em realaçao ao resto, no pain no gain?

De anasara a 18 de Agosto de 2008 às 21:02
Desfolhar um livro é um prazer... como ler-te...

De Homem de Lata a 18 de Agosto de 2008 às 21:56
Muito obrigado. De alguém que escreve como tu é um grande elogio. Em relação ao teu blog, palavras para quê?

De anasara a 18 de Agosto de 2008 às 22:54
Obrigado... assim fico envergonhada...
...o que tenho lido por aqui é suficiente para voltar a cada dia...

De marta a 9 de Setembro de 2008 às 14:36
Olá Homem de Lata, vim aqui parar por acaso, através dos acasos felizes que nos beijam...mas não fiquei por acaso, mas por um caso muito simples, aquilo que escreves, como escreves e que me prendeu mais uns largos minutos à cadeira (que nem é muito confortável) para saborear e "beber" cada palavra...

Simplesmente adorei.

De Homem de Lata a 9 de Setembro de 2008 às 16:08
Resta-me agradecer e esperar que o acaso te beije novamente. Se assim for, talvez devas pensar em trocar de cadeira:-) gostei do teu comentário, tens uma forma interessante de expressar o que sentes. Obrigado mais uma vez!

De marta a 9 de Setembro de 2008 às 19:11
Mudei de cadeira e agora releio cada texto novemante e deixo-me ser beijada a cada palavra.

De Homem de Lata a 9 de Setembro de 2008 às 23:27
Então aqui vão mais uns "beijos" de agradecimento! Muito obrigado:-)

 
Posts mais comentados
71 comentários
46 comentários
44 comentários
41 comentários
38 comentários
37 comentários
37 comentários
31 comentários
RSS