19.8.08

 

Lembras-te como nos fartávamos de rir no caminho para casa? Eu nunca me irei esquecer. Demorávamos imenso a chegar pois havia sempre tempo para mais um sorriso, para mais um olhar. Sempre conseguiste fazer-me rir como se cada dia fosse uma prenda e em troca, a minha prenda para ti foi amar-te sem fim. Amei-te todas as vezes que me sorriste e sorri-te sempre, até mesmo quando nunca me amaste. Mas que fazer? O amor não é uma vontade e os beijos não são deveres. Embora eu pensasse que me devias amar, porque afinal até gostávamos das mesmas músicas e parecíamos ter o mesmo reflexo no espelho, hoje compreendo que não pudesses. Compreendo que os abraços não são muralhas e que os momentos que vêm, também vão, e tu foste. No entanto, isso não me fez amar-te menos, não me fez não gostar do teu perfume nem tão pouco esquecer o cheiro do teu cabelo pela manhã. Cheirava a companhia, a ternura, a conversa. Cheirava a confiança, a carinho, cheirava a amizade. Devolves-me isso?Agora que a vida já me explicou que os momentos vêm e vão, estou à espera que voltes… Onde? No caminho para casa. Costumo ir lá para rir sozinho mas acabo sempre por chorar.

Link Homem de Lata, às 19:41  Comentar

De tika a 19 de Agosto de 2008 às 23:50
Devolve me o tempo....

De Homem de Lata a 20 de Agosto de 2008 às 20:27
se eu pudesse...

De Samira a 20 de Agosto de 2008 às 10:16
SImplesmente MARAVILHOSO e verdadeiro..me fez vir lagrimas aos olhos..LINDO!! Simplesmente AMEI!!!! Ui...bateu forte!!!
bjnhs

De loira incompreendida a 20 de Agosto de 2008 às 10:37
e pronto, está nos favoritos.
Sem mais nada a dizer

De Homem de Lata a 20 de Agosto de 2008 às 19:15
:-) muito obrigado!

De DJ a 20 de Agosto de 2008 às 11:54
Não percebo porque choras ... no final! Afinal os "momentos que vêm, também vão"! Momentos esses que poderão voltar com a mesma intensidade e a mesma veracidade de momentos para todo o sempre....talvez...noutros momentos cúmplices !

De Homem de Lata a 20 de Agosto de 2008 às 19:17
Eu sei que sim... Obrigado pelo comentário

De Homem de Lata a 20 de Agosto de 2008 às 19:23
Quando voltarem eu aviso:-)

De Júlia a 20 de Agosto de 2008 às 16:04
Estou boquiaberta...
não consigo dizer mais nada.

De Homem de Lata a 20 de Agosto de 2008 às 19:19
Espero que não fiques boquiaberta até ao meu próximo comentário:-) Mais uma vez agradeço a visita, já és prata da casa:-)

De Lébasi a 20 de Agosto de 2008 às 16:06
Adorei o modo como retrataste as saudades desses caminhos longos para casa . Nota-se que muito de ti está lá , acho que não deves esperar que a vida te devolva esses caminhos , erres risos e sorrisos . Faz tu proprio com que voltem , eu sei que és capaz .

Beijinho e desculpa @

De Homem de Lata a 20 de Agosto de 2008 às 19:22
Não tens porquê pedir desculpa...vou levar em conta o teu conselho!

De Lis a 21 de Agosto de 2008 às 23:45
lembranças que nos enchem o coração de nostalgia..**

De Carolina a 6 de Dezembro de 2008 às 22:55
Tá tão lindo! :D
Adoro o teu blog. E já estas nos favoritos ;)

De marazul a 17 de Janeiro de 2009 às 00:59
Adorei...

De Homem de Lata a 18 de Janeiro de 2009 às 14:48
Ainda bem...:-) jokas

 
Posts mais comentados
71 comentários
46 comentários
44 comentários
41 comentários
38 comentários
37 comentários
37 comentários
31 comentários
RSS